Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casinha da horta

Blog sobre cultivo, pecuária, culinária etc...Biológico

Casinha da horta

Blog sobre cultivo, pecuária, culinária etc...Biológico

Ter | 11.12.12

Produtos ecológicos para horta

silvia lima

   adubos, insecticidas e afins...tudo ao natural

 

 

 

 

 

 

 

Adubos e compostos

 

Farinha de sangue, ou conhecida por sangue desidratado, em pó etc.. -Rico em nitrogénio com um NPK de 12-1-1, é fortemente azotado tendo de ser usado com parcimónia nas culturas para não queimar, as couves são as mais exigentes neste elemento.A acção do sangue seco é imediata.

 


Farinha de osso, (na França é conhecida por pó de osso) tem um NPK de 4-20-0, é riquíssima em fósforo.É boa para estimular a floração do morangueiro, tomateiro, kiwis,e outros.

 

 

Farinha de osso e de chifre, a farinha de osso tem os elementos acima indicados e o chifre tem como NPK 12-1-0, o teor de azoto da mesma é elevado, mas a disponibilidade não é imediata, recomenda-se a utilização por exemplo num talhão de cultura fixo de um ano, por exemplo, couves galegas ou preparação para o plantio de abóbora no ano seguinte,no caso de alguem desejar preparar o terreno um ano antes para o plantio de abóboras de forma intensiva ou de especimen gigante, porque "este"  azoto vai-se libertando durante um ano.

 

húmus vegetal líquido (de cana de açúcar e de beterraba)

 

Rico em potássio este humus resulta da decomposição de bagaço de beterraba e canas de açucar,sendo óptimo para a engorda dos frutos


húmus de minhoca  

este húmus poder ser encontrado também sob forma líquida, resulta da decomposição de restos vegetais e outros pelas minhocas, resultando daí um composto com cheiro e composição similar a terra negra sem  cheiro, riquíssimo em nutrientes e muito equibrado, é a escolha ideal como composto, mas o preço e qualidade que há no mercado deixam muito a desejar, lembro-me há 15 anos atrás vir o "sr. do estrume da minhoca", os preços nem eram caros na altura, mas as virtudes da agricultura biológica não estava  ainda difundida nem se sabia bem das propriedades deste composto maravilhoso, o sr do estrume das minhocas acabou por desistir da sua produção.

O adubo da minhoca, encontrado sob forma líquida não se trata mais do que demolhar como se fosse um chá de um saco em pano ou rede muito finos desse adubo em água, durante uns dias.

 

 

algas marinhas  as algas marinhas são ricas em nutrientes variados que dificilmente se vão encontrar num adubo químico a preços modestos porque são macro nutrientes que custam caríssimo produzir, dependendo da alga, existem algas com muito cálcio e outras com menos, ler a formulação é necessário, porque há culturas que não precisam de algas calcáreas e outras que gostam e precisam, mesmo o ph estando correcto para a producção, elas necessitam de cálcio extra.

Os oligo-elementos são necessários para trocas químicas e participam na vida das plantas e encontram-se na terra em quantidades muito baixas.As algas são uma mais valia.Para quem viva perto de zonas costeiras, asseguir a uma tempestade podem encontrar-se muitas algas espalhadas pela praia, pode apanhar-se, lavar muito bem por causa do sal, que pode arruinar a plantação, triturar para render mais ou enterrar assim mesmo.

 

farinha de peixe: NPK de 5-25-0, de acção lenta e durável.

 

 

estrume animal de:

 

coelho

 

galináceos

 

porco

 

vaca

 

equídeos

 

aves marinhas( guano do Perú,p/ ex.Perú-país)

 

morcegos

 

 

 

Matérias possíveis de  incorporar no estrume e terra (em separado):

 

palha

 

feno

 

carolo do milho (interior da espiga triturado)

 

restos de vegetais

 

papel e cartão

 

cinza de madeira- 0,52-3,37-4,85+26,47(Ca),2,73(Mg), os caracois e lesmas detestam, ph 12,5.

 

Fetos das florestas- Pobre em fósforo, mas muito rico em potássio.

 

Deixar descansar algumas semanas as cinzas, ao abrigo da humidade, senão podem queimar as plantas por estarem muito fortes.

Existem cinzas "mais poderosas" do que outras, por exemplo a cinza das maias, aquela planta de flores amarelas tem mais potássio e fósforo do que a cinza de madeira de carvalho.

 

 

Insecticidas,fungicidas, armadilhas etc...

 

Dizem que os produtos para agricultura biológica são caros, algumas marcas pedem balúrdios, mas se for pelo caminho mais básico,por exemplo se for a um fornecedor para agricultores encontra produtos base avulso ou em pacotes grandes como o cobre, enxofre, cal apagada, uma série de coisas que só precisa de juntar e fica-lhe super barato.Ainda me lembro quando fui a um sítio que me pediam 73.00€ por um produto biológico e com três euros resolvi o assunto sem prejudicar a natureza.

 

Produtos diponíveís:

 

sabão potássico

 

calda bordalesa(cobre e cal apagada)

 

sulfato de enxofre

 

sulfato de cobre

 

sulfato de magnésio (os conhecidos sais de epson)

 

sulfato de zinco

 

óleo de neem(mais carito)

 

Armadilhas de pendurar nas árvores(o continente tem armadilhas á venda por cerca de 5 €, neste mês de janeiro 2013, estão a 1 € com 50% de desconto em cartão, ou seja 0,50€(cada uma tem duas recargas.)Funcionam com feromonas.

 

Estive a estudar os adubos da ADP ferilizantes, tem Tr~es produtos que podem ser usados em agricultura biológica:

 

PRÓ FERTIL, á base de algas, para aumentar as resistencias das plantas e árvores.

 

TD VIDA1-32   0-26,5-0+calcio (28%)

 

Corbigran Magnésio

 

 

 

                                                           N-P-K  (o que é?)

 

 

 

 

 Mesmo  que não use adubos químicos, é bom saber a que se refere estes números e importancia nas nossas culturas.

 

De certeza que já ouviu falar no adubo 10-10-10, tal informação diz-nos que o adubo contem 10 partes de nitrogénio para  10 partes de fósforo e 10 de potássio.Esses numeros correspondem ás letras N-P-K(nitrogénio-fósforo-potássio)As letras correspondem aos nomes dos mesmos em latim da tabela periódica e por isso o fósforo ser p, porque o F escrevia-se ph em latim(como pharmácia antigamente).

 

Adiante, sabendo a informação básica acerca do npk, e sabendo que cada cultura tem as suas exigencias particulares em npk, por exemplo a couve precisa de nitrogénio para desenvolver as folhas, e como não necessitamos que ela dê flores, não adianta dar  fósforo(p),

uma cultura completamente oposta á couve é a do kiwi, se houver demasiado nitrogénio, não esperem obter muita floração, ele irá desenvolver a parte das folhas, obtendo grandes folhas muita ramificação nova e pouca flor,ou nenhuma! o que não nos interessa.

 

O nitrogénio funciona para o crescimento e desenvolvimento de folhagem, o fósforo para floração e também para o sistema radicular(raízes), e o potássio para a formação e crescimento (engorda) dos frutos.

 

Sabendo agora como funciona o npk e quais os produtos biológicos contendo os mesmos em doses específicas poderá ter mais rendimento nas suas produções de modo mais saudável.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sex | 07.12.12

quintal sem químicos é possível?

silvia lima

                     É possível e recomenda-se!


Existe uma marca que está no nosso mercado a Geolia com preços mais ou menos módicos para quem quer fazer uma experiencia com fertilizantes Biológicos, tenho comprado alguns na loja leroy Merlin em Portugal e era interessante que a linha estivesse toda disponível cá, para dar uma forcinha vou falar de alguns produtos que cá se vendem em Portugal e de alguns que ainda não vi no ano passado, pode ser que se alguém for pedindo eles os tragam(há uma caixinha na leroy onde podemos deixar recados com sugestões, já pedi húmus de minhoca a ver se alguém por lá lê.)


 

 






















Este adubo é resultado do apodrecimento de ortigas, dá saúde e vigor ás plantas(dá resistencia ás doenças),dá cor verde ás folhas e é bom para os pequenos vermelhos.

Estes produtos também se podem encontrar no AKI .


Também se pode fazer este mesmo em casa, 1 kilo de urtigas para dez litros de água, as urtigas têm de estar picadinhas, deixa-se macerar num recipiente, e mexe-se todos os dias.












Este tipo de adubo rico em azoto, não queima as plantas porque é um azoto natural de libertação lento/progressivo e por isso também tem um tempo de vida mais longo na terra, durante anos.





Sangue desidratado(farinha de sangue)


Pode parecer um bocado macabro, mas não é, estes produtos são restos dos matadouros, no caso do corno triturado e farinha de sangue (sangue de aves), que iriam para o lixo e são reaproveitados para agricultura biológica.O sangue estimula a biologia do solo, tem azoto de libertação rápida, ao contrário do corno triturado de ação mais lenta.



Farinha de osso,espinha de peixe,penas de aves...-Estes tipos de adubos são ricos em fósforo,dos melhores adubos para se obter muita floração(consequentemente mais fruta) e mais difíceis de encontrar em Portugal.